Mais de 7000 imagens de Lisboa, agrupadas neste blogue.
Imagens soltas e outras coisas mais, na Página do Facebook.

26.12.12

Lisboa como era dantes

No Museu da Cidade, entre tantos outros tesouros guarda-se uma enorme maquete de Lisboa tal como seria antes do terramoto de 1755. Foi projectada e dirigida por Gustavo de Matos Sequeira e executada em 1955 por Ticiano Violante. É um testemunho extremamente importante e interessante, pois permite estabelecer uma rectrospectiva de muitos monumentos actuais e outros que desapareceram, bem como entender de que forma se alterou a cidade em apenas 250 anos.

Naturalmente, a apreciação da maquete aumenta com a identificação de locais e edifícios mas isso pode ser muito difícil para um leigo. Neste caso, recorreu-se ao precioso auxílio de uma vista de Lisboa elaborada por Bráunio no séc. XVI, que tem o mérito de estar extensivamente legendada.

Quaisquer adições, correcções ou comentários a cada uma das imagens são benvindas. Para facilitar a identificação, as imagens estão sequencialmente numeradas.


Esta colecção resulta de uma amável autorização do Museu da Cidade, que aqui se agradece.

O plano de Lisboa segundo Bráunio. Na margem esquerda identifica-se o antigo Convento da Esperança (actual Av. D.Carlos I). Na margem direita, o Campo de Santa Clara (actual Panteão Nacional). No topo, a Colina e Mosteiro de Sant'Ana, e o Castelo com a sua "Porta de Moniz" (#49).
video
panorâmica global da maquete

de poente para nascente
1. A praia ao nível da Igreja de Santo Estevão
2. Terreiro do Paço, olhando para Norte // 3. Rossio, olhando para Sul
4. A Baixa, entre o Terreiro do Paço e a colina de Sant'Ana
5. No Terreiro do Paço olhando para Oriente.
Ao centro da imagem, a Sé. Ao fundo, a Graça, São Vicente, Santa Engrácia...
6. Na zona ocidental. Igreja das Chagas à direita, a primitiva Igreja de Santa Catarina à esquerda.
7. Extremo ocidental, na zona das Necessidades
8., 9. O Castelo visto de norte e de oriente. A Torre de São Lourenço e a Costa do Castelo.
10. A Sé, a Igreja de Santo António, ...
11. O telhado quadrangular em bico (em baixo) corresponde ao Paço do Limoeiro. Mesmo à sua esquerda encontra-se a Igreja de S.Martinho. Na extremidade direita da imagem, identifica-se a Igreja de Santiago. O edifício grande e comprido do lado esquerdo é o Convento dos Loios, com o seu característico mirante bicudo..
12.
13. Igreja e Convento do Carmo
14, 15. Rossio, Palácio dos Estaus (Inquisição), Igreja de São Domingos, Hospital de Todos-os-Santos, ...
16. Ribeira das Naus
17, 18. Ribeira das Naus
19. Na zona da actual Av. 24 de Julho
20. Convento de São Francisco
20, 21. Igreja de São Paulo (na posição invertida de antes do terramoto). Igreja das Chagas
 22. O Rossio ao fundo. Através das Portas de Santo Antão entra-se naquela que é actualmente a Rua de São José, com as suas hortas (em 1º plano). À esquerda, a Colina de Sant'Ana e o actual Jardim do Torel
23. Detalhe da cena anterior. A igreja em 1º plano poderá ser a Igreja de São José dos Carpinteiros.
24.
25. São Vicente de Fora, visto de oriente
25. São Vicente de Fora
26. São Vicente e Santa Engrácia
27. Rossio, Hospital de Todos-os-Santos
28. Igreja de São Domingos // 29. Rossio (Chafariz de Neptuno)
29. Terreiro do Paço, Torreão dos Filipes // 30. Chafariz de Apolo no Terreiro do Paço
31. Terreiro do Paço
32. Igreja de São Roque
33. Ermida da Senhora do Monte
33. Ermida da Senhora do Monte, Convento da Graça
34. Costa do Castelo, junto à Torre de São Lourenço. Mais à frente, a Igreja de São Lourenço e, por trás dela, o Palácio da Rosa. à sua direita, o Convento de Nossa Senhora do Rosário.
35. Colina de Sannt'Ana, no local do actual Jardim do Torel
36. a primitiva Igreja de Santa Catarina
37. Palácio das Necessidades, Forte do Livramento
38. Palácio das Necessidades
39. Forte do Livramento e Ponte de Alcântara. A Ribeira de Alcântara é o local da actual Av. de Ceuta
 40.
 41.
42. // 43. Trinas do Rato
44. Zona de Santos-o-Velho
45. O edifício religioso ao centro era o Colégio de Santo Antão-o-Novo (actual Hospital de São José). Ao fundo à direita o Convento (depois Hospital) do Desterro. No canto inferior direito, a Igreja do Socorro, demolida em meados do séc. XX.
 46. A actual Casa de York paredes meias com o antigo Convento dos Marianos (na actual Rua das Janelas Verdes)
 47. Convento de São Bento da Saúde (actual Parlamento)
48. Palácio Corte-Real, sobranceiro à Ribeira das Naus // 49.
50. Fábrica das Sedas
51. Palácio dos Duques de Bragança
52.
53.
54. Palácio dos Condes de Tarouca (ou porventura o Colégio das Missões). Edifício em construção à data do terramoto.

Em 1 de Novembro de 1755...

3 comments:

Filomena Ribeiro said...

Óptimo trabalho, como sempre, meu amigo. Obrigada pela partilha.

Filomena Ribeiro

Regina Costa said...

Magnífica análise de pormenor com descrições precisas e completas.
Só muitas horas de observação e um grande empenho e paixão pela Cidade permitem este resultado fabuloso.
Grata pela partilha.

Mário Marzagão said...

Filomena Ribeiro e Regina Costa, muito obrigado a ambas pelas amáveis palavras.

Ctrl+clique em qualquer imagem para a abrir noutro écran.

Clique em qualquer imagem para ver a Galeria de imagens ampliadas; feche a Galeria para regressar.

ESPERO QUE ESTEJAM A GOSTAR !!